publicidade
Domingo, 21 de Maio de 2017 - 17h02
Vacinação contra a Gripe no dia ‘D’ alcançou 45,6% da meta; ação vai até o dia 26 de maio
Eliton Santos
Impacto News
Criança sendo vacinada no ESF Rural de Lagoa Bonita. 

No dia ‘D’ de vacinação contra a Gripe que ocorreu em Deodápolis neste ultimo sábado, dia 13 de maio, 45,6% da população que está no grupo de risco foi vacinada. No município as ações de vacinação tiveram inicio no dia 17 de abril. O dia 13 de maio, dia ‘D’ foi tratado pelo Ministério da Saúde como data fundamental para avançar diante da meta de vacinar 100% dos grupos de risco. Quem não se vacinou ainda poderá obter a dose do medicamento até o dia 26 de maio em horário comercial de segunda a sexta.

No sábado, a ação de vacinação ocorreu nos ESF’s Santo Antônio e Central, ambos na sede, e no ESF Rural de Lagoa Bonita. “Estamos trabalhando para atingir as nossas metas e através da imprensa ressaltamos para toda a população a necessidade de buscar a vacina. Não deixem para a ultima hora. Procurem os ESF’s e busquem a vacina que é gratuita!” destacou a Secretaria de Saúde, Rosinéia Assis. 

Atendimento a pacientes acamados

A equipe da Coordenadora de Imunização, Juliete Inácio, estão realizando nesta semana a vacinação de pessoas ‘acamadas’ e que não podem buscar a vacina nos ESF’s. Uma enfermeira e um agente comunitário de saúde realizam a imunização destas pessoas. “Este atendimento diferenciado é somente para as pessoas que estão nos grupos de risco e que estão acamadas ou impossibilitadas de buscar o atendimento nos ESF’s” ressaltou Juliete. 

Grupos de Risco

O público-alvo da campanha é formado por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, pessoas com obesidade mórbida, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

Deixe seu Comentário
publicidade
publicidade
Desenvolvido por: Ribero Design