publicidade
Quarta, 26 de Abril de 2017 - 22h44
Baixa procura pela vacina contra gripe preocupa núcleo de imunização

Dourados News
Foto: Gizele Almeida

O núcleo de imunização de Dourados está preocupado com a baixa procura pela vacina contra a gripe. Nos dez primeiros dias de campanha no município, apenas 288 crianças com idade entre seis meses a dois anos foram levadas aos postos de saúde para receber a dose, menos de 6% da meta para esse grupo prioritário, que era de atender 5 mil crianças.

"Como este ano ainda não tivemos um surto de gripe, como ocorreu no ano passado, a população não se preocupa tanto com a doença, mas o inverno ainda está iniciando e é importante que esses grupos de risco estejam imunizados", explica Carla Cristina Ribeiro da Silva, gerente de imunização no município.

Para os pais que não levaram seus filhos de até dois anos na primeira etapa da campanha, a recomendação é que se dirijam a um posto de saúde o mais rápido possível, segundo a gerente. "As crianças que tomarão a vacina pela primeira vez precisam de duas doses e só estarão imunizadas após 30 dias da última dose", alerta.

Desde esta segunda-feira (24), a campanha se destina ao segundo grupo prioritário, que inclui gestantes, mulheres em período pós-parto e crianças menores de cinco ano. A meta é vacinar 2.800 mulheres grávidas, e até o momento, 74 se dirigiram aos postos de saúde para se imunizar contra a gripe.

A partir de 2 de maio, devem comparecer para a vacinação os idosos, os doentes crônicos, os indígenas e os profissionais da educação. A secretaria de saúde do município espera imunizar ao menos 90% das cerca de 75 mil pessoas dos grupos prioritários.

"Quem não puder se dirigir a um posto de saúde nas datas indicadas para o grupo prioritário que pertence, é possível receber a dose da vacina durante todo o período da campanha nacional, que vai até 26 de maio", conclui Carla.

Todos os postos de saúde de Dourados estão aplicando doses da vacina, das 7h às 11h e das 13h às 17h. A sala de vacina da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) também estão participando da campanha nacional.

O atendimento da sala de vacina das universidades nesta quarta-feira (26) e quinta-feira (27) ocorre em horário reduzido, das 10 às 16h, e no dia 28 das 8h às 11h. O horário de funcionamento volta ao normal em maio, das 10h às 17h.

Deixe seu Comentário
publicidade
publicidade
Desenvolvido por: Ribero Design