publicidade
Segunda, 15 de Maio de 2017 - 12h23
IFMS propicia a estudantes experiências internacionais
Redação
Impacto News
IFMS

Muitos jovens brasileiros sonham em estudar fora do país e conhecer novas culturas. No Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), os estudantes encontram essa oportunidade. O intercâmbio é uma das ações de internacionalização da instituição, que promove ainda a mobilidade acadêmica e formaliza acordos com instituições estrangeiras.

Por meio de apoio do IFMS, dois estudantes do curso superior de Tecnologia em Sistemas para Internet realizaram esse sonho. Thais Lescano e Vinícius Moraes, alunos dos campi Campo Grande e Aquidauana, respectivamente, moram e estudam, atualmente, no Canadá.

Thais, 27, foi aprovada em uma chamada pública do Programa de Bolsas de Estudo Canadá-Brasil, iniciativa do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), em parceria com o CICan (Colleges and Institutes Canadá).

A estudante está no Canadá desde setembro de 2016. No North Island College, na Ilha de Vancouver, concluiu o curso de Desenvolvimento de Aplicativos Móveis e, em abril deste ano, iniciou um programa de estágio no Chatter High, uma startup que auxilia jovens a explorar o mundo pós-ensino médio.

"Inicialmente, participo das avaliações do aplicativo do ponto de vista do usuário, reportando erros e possíveis melhorias no desenvolvimento. Em um segundo momento, vou para Victoria, na sede da empresa, onde participarei da parte de programação", destacou Thais.

Quanto à questão climática, Thais não escapou das baixas temperaturas canadenses. "Peguei o inverno mais longo nos últimos anos, caiu muita neve, as aulas foram canceladas em alguns dias", relembrou.

O retorno da estudante para Mato Grosso do Sul está previsto para julho deste ano. Até lá, a jovem espera explorar ao máximo suas potencialidades no estágio, na área que já despertava seu interesse antes mesmo da partida para o exterior.

"Sempre quis trabalhar com tecnologia aplicada à educação, procurei por empresas da área e encontrei a Chatter High; comecei o contato por e-mail, e eles logo solicitaram meu currículo e marcaram entrevista para o estágio", comentou.

O outro estudante do IFMS no Canadá é Vinícius Moraes, que desde janeiro deste ano está matriculado no Mohawk College, em Ontário.

O jovem foi aprovado no Programa Futuros Líderes nas Américas (ELAP – Emerging Leaders in the Americas Program) e recebeu uma bolsa de estudos, graças à parceria entre o IFMS e os colleges canadenses.

Para ser selecionado, Vinícius apresentou um estudo baseado no projeto de iniciação científica desenvolvido com o colega Willian Oliveira e o orientador, Sidney de Sousa. A proposta é desenvolver um sistema de informação para mapeamento de ocorrências de zoonoses caninas nos municípios sul-mato-grossenses de Aquidauana e Anastácio.

Intercâmbio Rotary

As próximas estudantes do IFMS que embarcam para o intercâmbio escolar são Annie De Lamare Paz, do Campus Campo Grande; e Giovanna Castilho, do Campus Aquidauana. Ambas foram selecionadas em editais internos do Programa de Intercâmbio do Rotary Club de Campo Grande, instituição parceira do IFMS.

A previsão de embarque para o país de destino – ainda a ser definido – é agosto de 2018, e o retorno ao Brasil está previsto para julho de 2019. Durante esse período, as intercambistas irão receber auxílio para gastos com transporte, alimentação e moradia, sendo que a família a recebê-las será indicada pelo Rotary Club.

"Felicidade é o que define o que estou sentindo por esta oportunidade, espero conhecer uma nova cultura, viver uma experiência que pode me trazer sabedoria e crescimento pessoal, trazer de volta uma bagagem de aprendizado e boas histórias", disse Annie.

O coordenador de Relações Internacionais do IFMS, Flávio Rocha, destaca a importância do intercâmbio para os estudantes.

"O intercâmbio proporciona, além do desenvolvimento linguístico, uma vivência cultural que pode mudar a forma do sujeito enxergar a realidade em que vive. Tendo contato com uma cultura diferente da sua, ele passa a compreender um pouco melhor sua própria identidade: ser brasileiro, falante da língua portuguesa, no Estado de Mato Grosso do Sul", afirmou.

Flávio lembra que, ao retornarem, os intercambistas podem contribuir com a realidade na qual estão inseridos. "No retorno ao IFMS, os estudantes poderão contribuir com discussões importantes sobre cultura e currículo, considerando que terão frequentado uma escola estrangeira", destacou.

Internacionalização

A Coordenação Geral de Relações Internacionais é o setor responsável pelas ações de internacionalização do IFMS, e tem atuado em duas frentes: ensino de línguas e parcerias internacionais.

"Temos políticas para o ensino de idiomas, com a implantação do Centro de Idiomas e aplicação dos exames internacionais Toefl ITP e Toeic Bridge, e, ao mesmo tempo, buscamos parceiros internacionais para acordos de cooperação mútua. O Brasil tem muito a aprender, mas também há muito o que oferecer a instituições conveniadas", finalizou o coordenador.

Deixe seu Comentário
publicidade
publicidade
Desenvolvido por: Ribero Design